A noção de autor e o estudo do Ethos na obra: quem me roubou de mim? O sequestro das subjetividade e o desafio de ser pessoa

Dias
Horas
Minutos
Segundos

A partir de R$18,00

A presente obra fundamenta-se na Análise do Discurso de linha francesa e tem como propósito central examinar a construção do ethos nas cenas de enunciação bem como o processo de autoria no discurso de auto-ajuda, que busca mecanismos para superar os anseios que a vida moderna nos aflige.

 

Limpar

  • Editora: Brazil Publishing
  • Idioma: Português
  • Ano: 2020
  • Tamanho: 13x18 cm
  • Páginas: 68
  • ISBN: 978-65-5016-363-1
  • eISBN: 978-65-5016-364-8
  • DOI: 10.31012/978-65-5016-364-8

Autor(es):

Organizador(es):

Descrição

Este livro traz uma reflexão do ser humano devido às condições sóciodiscursivas na construção de uma autoria, em que o sujeito autor surge no campo do discurso de autoajuda e da cura interior, do qual ele é representante. Por isso, constrói em seu funcionamento interno cenografias, que dão destaque às interações entre o enunciador, o conunciador e o coenunciador, a fim de atingir efeitos de sentido eficientes para o processo de adesão. Mas por que examinar esse tipo de discurso?

 

Vemos que esse tipo de literatura tem sido usada amplamente pelas pessoas que buscam superar os obstáculos da vida, necessitando, por conseguinte, de estudos que apontem a sua organização e seu funcionamento. Hoje, mais do que nunca, é fácil observar o quanto o discurso de autoajuda funciona como uma prática social em grande expansão, isto é, um nicho que vem crescendo cada vez mais no país e que nos impulsionou a propor esse trabalho, com uma abordagem interdisciplinar, articulando o texto às condições sócio-históricas de produção do discurso.