A vila e a Prisão: Novas perspectivas do conceito de prisionização

R$78,00

Este livro se situa dentro do campo da sociologia das prisões. Mais especificamente, no processo de apreensão e atualização dos estudos sobre os efeitos do sistema prisional em determinados grupos da sociedade, a prisionização. Tem a intenção de observar e analisar micro relações entre os moradores e ex-moradores dessa localidade, todos gestores prisionais e seus familiares, e de que maneira a prisão e a prisionização modificam a organização do seu cotidiano.

Limpar

  • Editora: Brazil Publishing
  • Idioma: Português
  • Ano: 2020
  • Tamanho: 16x23 cm
  • Páginas: 180
  • ISBN: 978-65-50163-96-9
  • eISBN: 978-65-50163-97-6
  • DOI: 10.31012/978-65-50163-97-6

Autor(es):

Organizador(es):

Descrição

A questão que a pesquisa de Eduardo Rossler nos coloca muito nitidamente é a das mil famílias de cidadãos de bem que irão necessariamente sofrer a prisionização para que a prisão se expanda e se mantenha.

É preciso que se veja o quadro, que se saiba que esse sacrifício pode até ser voluntário por parte dos que prestam concurso e são pagos para administrar a pena, mas a prisionização dos familiares foi imposta sem que ninguém estivesse contabilizando os prejuízos e danos.

O progresso da prisão, tal como aquelas obras grandiosas de engenharia, vai sacrificar vidas nos dois lados do muro. Quem se importa?