Atuação política do movimento estudantil no Brasil – 1964 a 1985

Dias
Horas
Minutos
Segundos

A partir de R$26,00

Este balanço traz o histórico da atuação do movimento estudantil brasileiro na luta contra a ditadura civil-militar instaurada pelo golpe de 1964. Nesse período, os estudantes se colocaram como oposição ao regime instituído, resistindo às arbitrariedades e à repressão, com o intuito de restabelecer a democracia no país.

Limpar

  • Editora: Brazil Publishing
  • Idioma: Português
  • Ano: 2019
  • Tamanho: 16x23 cm
  • Páginas: 274
  • ISBN: 978-65-5016-037-1
  • eISBN: 978-65-5016-038-8
  • DOI: 10.31012/978-65-5016-038-8

Informação adicional

Peso 431 g
Dimensões 160 × 230 × 14 mm
Tipo do Livro:

E-book, Livro Físico

Autor(es):

Organizador(es):

Descrição

O movimento estudantil desempenhou um importante papel no cenário brasileiro entre 1964 e 1985, não só se posicionando publicamente sobre os mais variados temas em debate naquele contexto, como também lutando incansavelmente contra as arbitrariedades e a repressão da ditadura instaurada pelo golpe civil-militar de 01 abril de 1964, com o intuito de restabelecer a democracia no Brasil.

É justamente esse histórico do movimento estudantil que este livro procurou resgatar, com ênfase no movimento estudantil das universidades públicas dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

O balanço da atuação do movimento estudantil brasileiro está dividido em quatro fases, que correspondem às distintas conjunturas políticas atravessadas pelo país no período que precedeu o golpe (1961-1964) e durante a ditadura (1964-1985): liberdade, resistência, silenciamento e retomada.