Contos do Além - Volume IV

Dias
Horas
Minutos
Segundos

R$20,00R$40,00
R$16,00R$32,00

Contos do Além – Volume 4: Ficção em onze pequenos contos que trazem histórias que abordam aspectos diversos do cotidiano, personagens que fazem o leitor se recordar de situações vividas por um familiar, vizinho ou amigo de trabalho. A temática é contemporânea e a linguagem é dinâmica e ágil, estruturada e desenvolvida para assegurar a compreensão do leitor iniciante e manter a motivação de quem possui maior afinidade com os livros.

Limpar
ISBN 978-65-5861-458-6 Categoria Tag

  • Editora: Brazil Publishing
  • Idioma: Português
  • Ano: 2021
  • Tamanho: 14x21 cm
  • Páginas: 122
  • ISBN: 978-65-5861-458-6
  • eISBN: 978-65-5861-453-1
  • DOI: 10.31012/978-65-5861-453-1

Informação adicional

Peso 168 g
Dimensões 210 × 140 × 8 mm
Tipo do Livro:

E-book, Livro Físico

Autor(es):

Organizador(es):

Descrição

Quando eu ainda estava escrevendo Contos do Além – Volume II, já sonhava com a capa do Volume IV, ele deveria ser uma homenagem a icônica capa do álbum do Black Sabbath Volume IV, o Snowblind de 1972. A extraordinária e pioneira banda de heavy metal de Birmingham sempre me impressionou, ela incorporava o sobrenatural em suas músicas, as letras obscuras e as performances ritualísticas eram despejadas sem qualquer moderação em meio a uma atmosfera sombria provocada pelo som ultra pesado, denso e distorcido ao limite. A capa do Volume IV do Back Sabbath é uma fotografia monocromática de Ozzy Osbourne com as mãos levantadas e os dedos em V, o tradicional símbolo da paz adotado pelos movimentos de contracultura e popularizado pelo movimento pacifista norte-americano na década de 60. A versão original da imagem foi captada pela câmara do fotógrafo Keith MacMillan. A talentosa designer gráfica Tatiane Araújo, tendo como base a capa deste Álbum, reproduziu esta pequena obra-prima com apoio do não menos talentoso arquiteto Cesar Araújo, responsável pela fotografia. A minha ideia é que esta fosse a capa do livro, mas o ano de 2020 é do Novo Coronavírus, nada e ninguém irá usurpar o seu maldito posto e coube a genial Paula Zettel, também designer gráfica, produzir uma capa tão expressiva que não me deixou dúvidas de selecioná-la.