COVID-19: EMOÇÕES EM COLAPSO

Dias
Horas
Minutos
Segundos

R$69,00

A doença do corona vírus trouxe muito pânico e medo, por isso além de estarmos atentos aos aspectos físicos e biológicos relacionados a essa doença, cabe também trazermos uma análise minuciosa de outros pontos extremamente relevantes voltados para a saúde mental e emocional das pessoas.

Limpar
ISBN 978-65-5861-389-3 Categoria Tag

  • Editora: Brazil Publishing
  • Idioma: Português
  • Ano: 2021
  • Tamanho: 16x23
  • Páginas: 172
  • ISBN: 978-65-5861-389-3
  • eISBN: 978-65-5861-390-9
  • DOI: 10.31012/978-65-5861-390-9

Informação adicional

Peso Não aplicável
Dimensões 230 × 160 × 10 mm
Tipo do Livro:

Livro Físico

Autor(es):

Organizador(es):

Descrição

Esta obra é um recorte de quinze meses da maior crise sanitária que o nosso país está passando – a pandemia da Covid-19 no Brasil. Traz minha subjetividade e minha escuta apurada para as emoções e para os sentimentos envolvidos nas falas das pessoas que cruzaram meu caminho neste momento. Traz relatos e falas que ouvi em diversos contextos, conversas com amigos, desconhecidos, conhecidos,  papos de telefone, WhatsApp, escuta de conversas em espaços públicos (na flexibilização), conversas de rua, restaurantes, casos próximos e distantes de mim, dentro e fora da minha família, dentro e fora da minha universidade, do meu condomínio, da minha cidade, do meu país, tudo que captei neste período, que observei, experienciei, que vi, vivi  e senti.

Eu senti uma súbita vontade de compartilhar tantas emoções vividas entre dores e alegrias sentidas por uma humanidade loucamente desumanizada, em tempos tão difíceis e contraditórios, onde a sanidade mental resolveu tirar férias por diversos momentos.

Senti junto com cada relato que escutei, cada dor, cada tristeza e também cada alegria das lutas vencidas.

Diante de tantos desafios e uma urgente ditadura pela resiliência eu me senti desafiada e feliz quando tive a oportunidade de colocar tudo isso no papel, porém não foi nada fácil reviver as experiências e os sentimentos sentidos. Eu senti calafrio, senti angústia, peito apertado, perdi algumas noites de sono, a cabeça ficou a mil, senti compaixão, senti raiva, senti um embaraço danado no coração, um misto de alívio pelas pessoas recuperadas e dor pelas que não resistiram, indignação pela nossa falta de estrutura política, falta de estrutura essa que é refletida e atravessada em todos os corações brasileiros,  me senti apreensiva, preocupada com todas as pessoas do mundo, com a nossa humanidade, nosso planeta, pelos meus pais, minha família, meus amigos, todas as pessoas que conheço e as que ainda não conheço. Inquieta com a energia envolvida nisso tudo, tive um músculo distendido de tanta tensão. Colapsei junto e voltei numa árdua tentativa de equilibrar, manter a sanidade mental e emocional e distanciar as minhas emoções do pânico, guardando o meu coração, praticando orações e yoga. Esse é um trabalho de inteligência emocional. Trabalhar a nossa mente afastando os pensamentos pessimistas, a tristeza, o medo, de modo a ativar a boa energia, acessando os nosso recursos internos, o bem estar e a perseverança. Trazendo sempre à mente a ideia de que o momento é difícil, passageiro e que se mantivermos a calma, o bom senso e a tranquilidade, poderemos combater o analfabetismo emocional.