Defensoria pública e figurações prisionais: um estudo de acesso à justiça

Dias
Horas
Minutos
Segundos

R$48,00 R$40,80

Defensoria Pública, acesso à justiça e questão penitenciária são os eixos temáticos desta obra. Inovando em aspectos teóricos e metodológicos, a pesquisa e o texto demonstram que – no âmbito do sistema de justiça criminal – as figurações de instituições, atores e sujeitos são realidades que não podem ser negligenciadas para um Estado Democrático de Direito.

Limpar

  • Editora: Brazil Publishing
  • Idioma: Português
  • Ano: 2019
  • Tamanho: 16x23 cm
  • Páginas: 148
  • ISBN: 978-65-5016-085-2
  • eISBN: 978-65-5016-086-9
  • DOI: 10.31012/978-65-5016-086-9

Autor(es):

Organizador(es):

Descrição

A Defensoria Pública, em sua perspectiva de autonomia institucional, é capaz de promover o acesso à justiça no âmbito prisional? Esta pergunta serve de eixo à presente obra. Questão penitenciária, acesso à justiça e a própria Defensoria Pública se entrelaçam em trama complexa em um estudo que demonstra serem as figurações de instituições, atores e sujeitos uma realidade que não pode ser negligenciada para a efetivação de um Estado Democrático de Direito. Transitando das Bocas das Galerias de um Presídio no sul do Brasil até os gabinetes e cartórios do Poder Judiciário, a autora faz emergir personagens reais e práticas (in)formais na busca do acesso à justiça no sistema penitenciário, os quais em geral estão obscurecidos pelos muros das prisões. Trata-se de uma obra capaz de despertar o interesse tanto em Defensores Públicos como nos demais atores do sistema de justiça criminal. Também cientistas sociais e outros interessados nos temas centrais da pesquisa se beneficiarão com a leitura de um texto que contribuiu ao nos desacomodar.