Educação em Viktor Frankl: entre o vazio existencial e o sentido da vida

A partir de R$32,00

No mundo inteiro, um desconcertante dilema mostra suas garras, em múltiplos contextos: quanto mais crescemos em consciência pessoal, menos sentido nos parece ter a vida.

Limpar

  • Editora: Brazil Publishing
  • Idioma: Português
  • Ano: 2019
  • Tamanho: 16x23 cm
  • Páginas: 208
  • ISBN: 978-65-5016-185-9
  • eISBN: 978-65-5016-186-6
  • DOI: 10.31012/978-65-5016-186-6

Autor(es):

Organizador(es):

Descrição

A atualidade do pensamento de Viktor Frankl se manifesta primeiramente na vasta temática do “vazio existencial”, sintoma experimentado como o sentimento da falta de sentido para a vida, mas que se observa também como problema de fundo da cultura e da educação contemporânea. Em contrapartida, há um dinamismo no espírito humano que o motiva e mobiliza permanentemente a buscar sentido em toda e qualquer circunstância de vida. Esse dinamismo é denominado “vontade de sentido”. O projeto educativo se realiza nesse espaço existencial entre o ser (dotado de vontade de sentido) e o dever-ser (que se efetiva na realização do sentido existencial de vida).Daí pensarmos a educação como um processo formativo cujo objetivo é ajudar cada pessoa a dar forma a si mesma (autoconfiguração), à medida em que descobre sentidos únicos e realiza valores; cultiva sua liberdade e responde criativamente pela própria vida. Se partirmos da ontologia dimensional frankliana para tentar resolver o problema antropológico – muitas vezes apresentado de forma reducionista –, como interpretar e ressignificar questões epistemológicas, éticas e metodológicas que nos interpelam em nossa prática educativa? O desafio é grande, mas não podemos nos furtar à responsabilidade de oferecer nossa contribuição.