PortugueseEnglishSpanishFrench
PortugueseEnglishSpanishFrench
PortugueseEnglishSpanishFrench

(E-book) Ensino, assistência e avaliação de tecnologias na saúde

Gratuito

O objetivo deste livro foi descrever a evolução do ensino farmacêutico voltado às práticas clínicas e apresentar as novas diretrizes responsáveis por instituí-las no Brasil. O método utilizado consistiu em buscas realizadas na Internet em três bases de dados e sítios eletrônicos relacionados à educação e os serviços clínicos providos por farmacêuticos no Brasil. Divididos em três momentos distintos, observados em seu processo educacional e profissional, o farmacêutico inicia suas atividades nas boticas, voltando-se posteriormente para as indústrias e análises clínicas, e se reaproxima dos cuidados prestados ao paciente com a institucionalização dos serviços clínicos providos por farmacêuticos. A integração das diversas áreas dos conhecimentos farmacêuticos, frente à aquisição de competências clínicas, será fundamental para o seu reconhecimento como profissional prestador de serviços de saúde.

informações adicionais

Autor(es) Relacionado(s):

Flavio Marques Lopes, Rodrigo da Silva Santos

Organizador(es):

Editora

Linguagem

Ano

Páginas

Tamanho

eIsbn

Doi

Brazil Publishing

Português

2019

499

16 MB

ISBN 978-85-68419-78-6

DOI: 10.31012/978-85-68419-78-6

Descrição

A relação existente entre o ensino farmacêutico e a sua atividade profissional, é observada desde o surgimento dos cursos de farmácia, instituídos no Brasil em 1832. A partir de então, o profissional farmacêutico vem vivenciando momentos distintos ao longo do seu percurso histórico. Inicialmente, este profissional exercia atividades ligadas à produção de medicamentos e aos cuidados individualizados. Porém, em meados do século XX os avanços científicos e tecnológicos direcionaram
o ensino e os serviços farmacêuticos para o atendimento de interesses das indústrias farmacêuticas e dos laboratórios de análises clínicas. Apesar desse movimento, o forte elo entre o boticário e o cuidado ao
paciente – característico do século XIX – é retomado a partir da década
de 1960, possibilitando o desenvolvimento dos serviços clínicos providos por farmacêuticos.
A evolução histórica do ensino farmacêutico voltado às práticas clínicas, apresentando os principais marcos históricos e as principais diretrizes determinantes para a formação profissional e o estabelecimento de novos cenários vivenciados
pelo profissional farmacêutico no Brasil.

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Brazil Publishing.

Fique por dentro