Globalização e nacionalismo no mundo contemporâneo: Perspectivas de compreensão

A partir de R$20,00

O discurso globalizante surge como um processo homogeneizador, por outro, escancara a fragmentação das identidades, sobretudo as identidades nacionais. Este livro é um convite para viajar na longa duração, e perceber as contradições desse mundo extremamente integrado, e ao mesmo tempo fragmentado.

Limpar

  • Editora: Brazil Publishing
  • Idioma: Português
  • Ano: 2020
  • Tamanho: 14x21 cm
  • Páginas: 204
  • ISBN: 978-65-5861-026-7
  • eISBN: 978-65-5861-025-0
  • DOI: 10.31012/978-65-5861-025-0

Autor(es):

Organizador(es):

Descrição

Desde o final do século XIX, e durante todo o século XX, o mundo viveu mudanças profundas. Mas foi no final do século XX, um novo mundo surgiu, onde os avanços do capitalismo global e do livre mercado – como um projeto homogeneizante – provocaram impactos profundos na sociedade, na política e na cultural, colocando em questão a própria concepção de identidade, sobretudo aquelas identidade historicamente enraizadas, isto é, as identidades nacionais.

Assim como o conceito de nacionalismo, a globalização não é um fenômeno recente. As rápidas mudanças vividas na última década do século trouxeram novos problemas para os Estados-nacionais. Diante de uma lógica cada vez mais multinacional (ou transnacional), o conceito de nação foi colocado em questão, assim como o conceito de indivíduo. Por outro lado, a ideia de uma rede mundial trouxe uma suposta sensação de homogeneização da cultura, política, e claro, da econômica.

Se por um lado o discurso globalizante surge como um processo homogeneizador, por outro, escancara a fragmentação das identidades. Deste modo, o livro que o leitor tem em mãos é uma viagem na longa duração, na qual é possível perceber as contradições desse mundo extremamente integrado, e ao mesmo tempo fragmentado.