Horizontes: Pinturas e desenhos de Belo Horizonte

R$300,00

HORIZONTES é uma homenagem à cidade Belo Horizonte. Alexandre Monteiro de Menezes é professor universitário, artista plástico, arquiteto e urbanista, nascido em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 1961.  Esta homenagem à cidade é construída através de um olhar voltado para suas edificações, arquiteturas, ruas, montanhas, horizontes e histórias. São muitas as arquiteturas e vários os arquitetos que, de alguma maneira, influenciaram, participaram, contribuíram e pertencem à história e formação da capital mineira. Os trabalhos aqui publicados representam uma pequena parte deste imenso universo de arquiteturas e arquitetos. Assim, são muitas Belo Horizontes dentro de Belo Horizonte, permitindo o uso do plural no título, que parece ser pertinente e bastante apropriado. A homenagem HORIZONTES está impregnada de memórias, lembranças, realidades, poesias, vidas, alegrias, tristezas, simbolismos, dores, amores, esperanças e sonhos. Muitos sonhos…

Limpar

Descrição

HORIZONTES é uma homenagem à cidade Belo Horizonte. Os desenhos e pinturas que compõem esta homenagem foram apresentados em exposições individuais e coletivas em galerias de arte e espaços culturais na capital mineira. Os trabalhos abordam cenas do cotidiano da cidade, suas montanhas vistas ao longe, assim como representam algumas edificações. O processo criativo inicia com desenhos e croquis desenvolvidos no local, usando lápis grafite, lápis de cor, caneta esferográfica, bloco de papel e uma boa sombra para proteger do sol. As edificações são desenhadas no local sobre pequenas folhas de papel, permitindo escolher os melhores ângulos de visadas e buscando vivenciar o espaço, sentir os cheiros, ouvir os sons, perceber o calor e a vida de cada local. Os desenhos feitos no lugar oferecem informações importantes e necessárias para ajudar a organizar a percepção e o melhor entendimento do objeto no espaço. A atividade de desenho de observação envolvida neste processo criativo é de grande importância, pois trata-se de uma atividade convencional, pessoal e individual, envolvendo a descoberta de formas e sua comunicação. Os desenhos de observação desenvolvidos no local são mais do que um simples recipiente passivo do olhar do autor. Eles são um meio poderoso que influenciam o pensamento assim como são influenciados pelo pensamento do autor desenhista. O resultado parece representar, cada vez mais, a vontade e a tentativa de pintar não somente o mundo visível, mas a memória, a história, os ventos, os sons, os cheiros, a cidade e a vida, com todo o aspecto simbólico.

Informação adicional

Peso 802 g
Dimensões 290 × 220 × 22 mm
Tipo do Livro:

Livro Físico

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Horizontes: Pinturas e desenhos de Belo Horizonte”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *