PortugueseEnglishSpanishFrench

Intelectuais da modernização: Biografia dos 26 signatários do manifesto dos pioneiros da educação nova de 1932

A partir de R$20,00

Este livro traz uma coletânea de histórias biográficas dos intelectuais brasileiros signatários do Manifesto dos Pioneiros da Escola Nova, de 1932, desvelando os nexos sociais, políticos e culturais das ideias que formularam e dos espaços institucionais que recepcionaram e fizeram circular suas proposições.

Limpar

informações adicionais

Autor(es) Relacionado(s):

Kamila Gusatti Dias, Kênia Guimarães Furquim Camargo, Maria Zeneide Carneiro Magalhães de Almeida, Selma Regina Gomes, João Oliveira Ramos Neto, Wilson Alves de Paiva, Giselle Lourenço de Sousa Silva, Edna Misseno Pires, Luiz Felipe Cândido de Oliveira, César Evangelista Fernandes Bressanin, José Maria Baldino, Tamires Farias de Paiva, Elianda Figueiredo Arantes Tiballi, Aldimar Jacinto Duarte, Cláudia Valente Cavalcante, Vinícius Oliveira Seabra Guimarães, Luciana da Silva Martins, Neide da Silva Paiva, Dulce Regina Baggio Osinski, Marizeth Ferreira Farias

Organizador(es):

Elianda Figueiredo Arantes Tiballi, João Oliveira Ramos Neto

EDITORA

Brazil Publishing

LINGUAGEM

Português

ANO

2021

PÁGINAS

424

TAMANHO

16x23 cm

ISBN - LIVRO DIGITAL

978-65-5861-370-1

DOI

10.31012/978-65-5861-370-1

Descrição

Este livro traz uma coletânea de histórias biográficas dos intelectuais brasileiros signatários do Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, de 1932, desvelando os nexos sociais, políticos e culturais das ideias que formularam e dos espaços institucionais que recepcionaram e fizeram circular suas proposições.

O propósito foi reunir, em um único compêndio, histórias biográficas de todos os signatários do referido Manifesto, abandonando a tradição historiográfica que privilegia alguns desses intelectuais e deixa boa parte deles à margem da escrita da história. O fato de os intelectuais aqui biografados não terem uma posição política homogênea, pertencerem a diferentes regiões do país, terem formação acadêmica diversificada e exercerem diferentes atividades profissionais, aliadas à função docente, permitiu acrescentar, ao já sabido, novas informações sobre um dos mais importantes movimentos pela qualificação da escola pública brasileira, o “Movimento pela Escola Nova”, como nomeado por seus propositores.

Diante da diversidade identitária do grupo de intelectuais signatários do Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, de 1932, um aspecto unificou seus componentes, ficando evidenciado, na escrita dos capítulos desta coletânea, que todos os signatários do Manifesto de 1932 foram intelectuais que marcaram presença no campo educacional, defendendo a modernização da escola e da sociedade brasileira.