PortugueseEnglishSpanishFrench

O Mito do desenvolvimento sustentável: Meio ambiente e custos sociais no moderno sistema produtor de mercadorias

A partir de R$20,00

O livro aborda um dos temas mais relevantes da atualidade, em perspectiva das futuras gerações: a questão socioambiental. Analisa o nexo economia-natureza e seus reflexos na sociedade, trabalha conceitos, teorias, métodos, fórmulas, indicadores, índices e dados, observando evoluções e tendências. É um livro ao mesmo tempo didático e profundo adotado em cursos de graduação e em programas de pós-graduação e desperta o interesse do público em geral. Esta é a quarta edição – revista, atualizada e ampliada – do “Mito do Desenvolvimento Sustentável”.

Limpar

informações adicionais

Autor(es) Relacionado(s):

Gilberto Ristow Montibeller

Organizador(es):

EDITORA

Brazil Publishing

LINGUAGEM

Português

ANO

2021

PÁGINAS

318

TAMANHO

16x23 cm

ISBN - LIVRO DIGITAL

978-65-5861-451-7

DOI

10.31012/978-65-5861-451-7

Descrição

Neste livro é analisada a problemática da sustentabilidade no moderno sistema produtor de mercadorias, este que abrange, na contemporaneidade das primeiras duas décadas do século XXI, a quase totalidade da economia mundial. Nesse sentido, foram apresentados conceitos, teorias, indicadores, índices, fórmulas, métodos e dados estatísticos para examinar a evolução e tendências das dimensões socioeconômicas e ambientais do desenvolvimento sustentável.

Destacam-se o nexo economia-natureza e a contradição: mais a economia necessita da natureza como fonte de energia e materiais, mais exaure recursos naturais e causa degradação ambiental. O grande aumento no uso de fontes não renováveis e nas emissões de dióxido de carbono nas últimas três décadas, derivado da crescente utilização de petróleo, carvão e gás evidenciam essa contradição. Analisa-se, então, o papel das fontes energéticas alternativas àquelas emissoras de CO2, em especial a questão da energia nuclear, apontada, equivocadamente, por influenciadores de políticas públicas como “energia verde, limpa”. Essa discussão é feita, no livro, a partir do Relatório RDH-2020 da ONU que tem por título ANTROPOCENO, uma nova era humano-geológica, segundo a Organização que apresenta o relatório.

Na questão da disponibilidade de materiais, o outro elemento da contradição referida, é analisado o papel da reciclagem, comumente apontado como solução ao limite de recursos e aos danos à natureza. Constata-se a importância de reciclar, em relação a ambos os aspectos referidos, porém como contribuição para amenizar os problemas, não a solução. Analisa-se, no caso do lixo domiciliar, a viabilização econômica do processo de reciclagem, apontando-se o papel dos subsídios públicos ou sociais, dentre os quais a participação da coletividade na coleta seletiva – que conta com a crescente preocupação da sociedade com o meio ambiente.
Os problemas ambientais transcendem fronteiras ou limites seja de uma empresa, cidade, como de município ou país. Assim, por exemplo, determinada sociedade ao transferir para outra seu problema ambiental, transparecerá como sustentável, embora de fato não o seja; esta questão é identificada e analisada, no livro, a partir dos conceitos de Espaço Socioambiental e Troca Eco-desigual.
O Desenvolvimento Sustentável, paradigma do movimento ambientalista iniciado há cerca de 50 anos, se transformou em bandeira mundial; a este fato corresponde alcance maior das análises contidas no presente livro, que pretendem contribuir para ampliar a compreensão das possibilidades e limites de ações públicas e privadas objetivando a sustentabilidade socioeconômica e ambiental.

IMPORTANTES COMENTÁRIOS SOBRE A OBRA

“É um trabalho altamente necessário e corajoso que veio preencher um grande vazio nas discussões sobre ambientalismo, desenvolvimento sustentável e economia ecológica. Para aprofundarmos nossa compreensão sobre o papel do ambientalismo e da noção de desenvolvimento sustentável na articulação dos corações e mentes do nosso presente político, a contribuição de Gilberto Montibeller neste livro é uma peça fundamental.”
Prof. Dr. Gustavo Lins Ribeiro, Universidade de Brasília
“Texto essencial para o debate sobre meio ambiente que pretenda incorporar a discussão econômica contemporânea. O autor mostra claramente o peso das ideologias e da política sobre a teoria econômica. Uma virtude do livro é a tomada de posição do autor. Montibeller não se oculta por trás de um discurso aparentemente técnico, e coloca, de forma clara, crítica a autores e correntes e sua inserção no leque de vertentes. Existe um livro semelhante em conteúdo, de utilidade para cursos universitários de economia e meio ambiente no Brasil? Até onde conhecemos, este é o primeiro.”

Prof. Dr. Guilhermo Foladori, Programa de Doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento, Universidade Federal do Paraná
“Escrito de forma clara e didática, sem prejuízo do rigor científico, o presente livro constitui-se em fonte metodológica ímpar para os estudiosos da economia ambiental, mas também em leitura obrigatória para todos aqueles que se preocupam com a justiça social para os povos das gerações atuais e com os destinos das gerações vindouras.”
Prof. Dr. Luiz Fernando Scheibe, Laboratório de Análise Ambiental, Universidade Federal de Santa Catarina

O AUTOR

Professor Montibeller é Socioeconomista, Mestre e Doutor na área Interdisciplinar Desenvolvimento e Ambiente pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade de São Paulo (USP) e Université de Paris/SORBONNE (bolsa francesa). Docente da Ufsc desde 1972, foi chefe do Departamento de Ciências Econômicas e é professor-honorário do doutorado em Engenharia e Gestão do Conhecimento (ECG). Foi professor de programas de mestrado/doutorado em Ciências Ambientais e de Desenvolvimento Sócioeconômico; gerente de estudos e pesquisas no Sebrae/SC; coordenador de desenvolvimento regional na Secretaria do Desenvolvimento Econômico de SC; assessor na Secretaria de Planejamento do Estado; gerente-administrativo e consultor da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc). Autor e coautor de diversos livros e artigos sobre economicidade socioambiental e desenvolvimento, é membro do Conselho Curador da Fundação de Estudos Socioeconômicos (Fepese); dirige seu Escritório de Projetos Estudos e Pesquisas Montibeller & Consultores/EPEPMC. [email protected]