Pedagogias populares e epistemologias feministas latino-americanas

A partir de R$28,00

Diversos estudos latino-americanos problematizam a ciência tradicional positivista europeia e androcêntrica, mas ainda são pouco visibilizadas/os nas universidades do Sul global. Esse livro agrega experiências de algumas/uns pesquisadoras/es latino-americanas/os que desenvolvem estudos e pesquisas na perspectiva descolonial, despatriarcal, e/ou feminista.

Limpar

  • Editora: Brazil Publishing
  • Idioma: Português
  • Ano: 2019
  • Tamanho: 16x23
  • Páginas: 226
  • ISBN: 978-65-5016-142-2
  • eISBN: 978-65-5016-135-4
  • DOI: 10.31012/978-65-5016-135-4

Autor(es):

Organizador(es):

Descrição

O livro “Pedagogias populares e epistemologias feministas latino-americanas” afirma um compromisso político-epistemológico com uma educação realmente voltada às mulheres das classes populares e com um caráter descolonial e emancipatório. Com o perfil interdisciplinar, o que possibilita o diálogo com diversas áreas de conhecimento, mas tendo o campo educacional como pano de fundo e alicerce da proposta, esta obra foi construída. Composta de vários textos, de autoria de diversas pesquisadoras brasileiras e contando com a participação de autoras/es latino-americanas/os de países como o Uruguai, a Colômbia e o México, este livro se construiu a várias mãos, fortalecendo o caráter de união dos povos de Abya Yala. Esse livro agrega experiências de algumas/uns pesquisadoras/es latino-americanas/os que desenvolvem estudos e pesquisas na perspectiva descolonial, despatriarcal, e/ou feminista. Dessa forma, essa obra busca contribuir no sentido de descolonizar o conhecimento, buscando colaborar na construção de outra ciência baseada também no que as mulheres têm a dizer. Destaca-se a importância dessa obra ser publicada no Brasil, onde a construção de uma epistemologia feminista latino-americana parece ainda ser incipiente. Dessa forma, esse livro aumenta nosso sentimento de pertencimento a uma pluralidade de culturas, raças, etnias, saberes e conhecimentos que constroem o que podemos denominar de Abya Ayala. Que a luta das mulheres latino-americanas nos fortaleça e nos una, e que essa obra possa colaborar nessa aproximação, buscando uma nova epistemologia, feminista e descolonial.