PortugueseEnglishSpanishFrench
PortugueseEnglishSpanishFrench
PortugueseEnglishSpanishFrench

Práticas educativas em saúde para pessoas com diabetes Tipo 1

Gratuito

Esta obra é um convite para que estudantes, pesquisadores e profissionais de saúde possam se atualizar, compartilhar teoria e prática no campo da educação em diabetes, e assim subsidiar as práticas interdisciplinares, necessárias à garantia do autocuidado da pessoa que possui diabetes Tipo 1.

 

Limpar

informações adicionais

Autor(es) Relacionado(s):

Denise Machado Mourão, Natália Mota Melgaço, Rodrigo Gomes Pereira, Roberta Scaramussa da Silva, Bruna Martins Grassi Sedlmaier, Grasiely Faccin Borges, Edson da Silva, Victor Arias Smith, Sherida Karanini Paz de Oliveira, Natasha Vasconcelos Albuquerque, Dayana Baltazar Costa Lima, Tayana Vivian Ribeiro Bastos, Talyta Nunes Costa Titara, Andreia Cristina Chaves Haidar Sousa, Mirian Moraes Feitosa, Carla Siebra de Alencar, Ilvana Lima Verde Gomes, Nastasha Vasconcelos Albuquerque, Nandara dos Santos Marcos, Rosiane Rosa Silva, Ana Carolina Souza Silva, Luciana Neri Nobre, Carina de Sousa Santos, Gracielli Peron, Norma Nágime de Almeida

Organizador(es):

Edson da Silva

EDITORA

Brazil Publishing

LINGUAGEM

Português

ANO

2020

PÁGINAS

184

TAMANHO

16x23 cm

ISBN - LIVRO DIGITAL

978-65-5861-298-8

DOI

10.31012/978-65-5861-298-8

Descrição

A educação em diabetes é a principal ferramenta para a garantia do autocuidado do paciente que possui diabetes. Por isso, ela deve ser inserida em todos os níveis de assistência à saúde da pessoa que possui essa condição. Neste sentido, abordagens educativas devem envolver crianças e adolescentes para que se tornem adultos mais saudáveis e com melhor controle do diabetes.

 

A educação em diabetes está relacionada ao processo de desenvolvimento de habilidades específicas e a incorporação de ferramentas necessárias para atingir as metas de cada etapa do tratamento. Destaca-se que a educação em diabetes voltada para crianças deve ser fundamentada em ações motivadoras, levando em conta: a idade e a maturidade; a importância do assunto em cada abordagem; a interatividade com atividades atrativas e lúdicas; e a progressão do aprendizado com ações educativas em etapas inicialmente simples até atingir o nível complexo. Deve ainda manejar o comportamento por meio da reavaliação e manter a educação continuada. Ao longo do tempo, com o incentivo e o apoio familiar o processo de aquisição da autonomia para o autocuidado na adolescência vai sendo aprimorado e influenciará no bom controle do diabetes no futuro.

 

Como desenvolver atividades educativas capazes de auxiliar o manejo do diabetes Tipo 1 e promover o autocontrole da doença? Quais são as limitações, os desafios e as estratégias indicadas ao processo de educação em diabetes para esse público? Esta obra busca responder algumas dessas questões ao compartilhar vivências no âmbito da assistência ao paciente e da qualificação profissional em educação em diabetes.

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Brazil Publishing.

Fique por dentro