Teoria Musical: Estruturas Rítmicas, Melódicas e Harmônicas

Dias
Horas
Minutos
Segundos

A partir de R$72,00

A Enciclopédia da Teoria Musical. Indicada para iniciantes e profissionais da música. Possui linguagem simples, clara e precisa e elucida também matérias controversas da teoria musical com abordagem nova e atraente e muitos exemplos e solfejos. A linguagem renovada, atual, direta e didática leva o leitor à rápida compreensão.

Limpar

  • Editora: Brazil Publishing
  • Idioma: Português
  • Ano: 2020
  • Tamanho: 16x23 cm
  • Páginas: 634
  • ISBN: 978-85-68419-57-1
  • eISBN: 978-85-68419-58-8
  • DOI: 10.31012/978-85-68419-58-8

Informação adicional

Peso 951 g
Dimensões 160 × 230 × 34 mm
Tipo do Livro:

E-book, Livro Físico

Autor(es):

Organizador(es):

Descrição

A Enciclopédia da Teoria Musical. Indicada tanto para iniciantes quanto para profissionais da música pois elucida também, de modo simples, claro, preciso, com abordagem nova e atraente, matérias que normalmente são controversas, expostas de maneira imprecisa, obscura ou não comentadas em outras obras. O professor Luiz Garcia escolhe uma linguagem direta e didática que leva o leitor à rápida compreensão. A obra possui uma visão coerente com o título e com a possível estruturação da música através dos tempos. As estruturas rítmicas abrangem praticamente todas as questões relacionadas à divisão do tempo na música e remetem a possível iniciação musical do ser humano por meio da linguagem rítmica; as estruturas melódicas demonstram um provável caminho em direção a uma estrutura horizontal mais complexa, relacionando praticamente todos os assuntos ligados às alturas, tonalidades, notas musicais, fraseologia, modulação etc; e as estruturas harmônicas tratam de toda a elaboração da escrita vertical como inúmeros tipos de acordes, inclusive de 9ª, 11ª, 13ª, 15ª, 21ª e clusters; função tonal de todos os acordes; ornamentos etc. Toda a obra apela para a visão contextualizada e sempre lembra ao leitor que não existe uma verdade incontestável mesmo no mundo musical. As verdades são relativas dependendo do contexto em que estão inseridas. As várias possibilidades de grafia musical também são comentadas pelo autor que apresenta outras maneiras de a música ser grafada. Isso serve para lembrar que a grafia musical tradicional apesar de ser a mais difundida não é a única existente e que existem muitas outras possibilidades. Os inúmeros exemplos musicais e solfejos servem como ajuda no entendimento das matérias apresentadas.