Urdiduras: Memorial de Inês A. Castro Teixeira

Dias
Horas
Minutos
Segundos

A partir de R$22,00

Buscando historicizar, exercitar a imaginação sociológica, desnaturalizando o mundo, o memorial é uma narrativa das urdiduras do “tornar-se” professora nos terrenos da Sociologia. Vagando entre memória e palavras, à luz da teoria social, descortina práticas sociais da mulher professora, atravessadas por inquietações, sonhos e lutas pelas sociedades de bem viver.

Limpar

  • Editora: Brazil Publishing
  • Idioma: Português
  • Ano: 2020
  • Tamanho: 14x21 cm
  • Páginas: 152
  • ISBN: 978-65-5861-132-5
  • eISBN: 978-65-5861-131-8
  • DOI: 10.31012/978-65-5861-131-8

Informação adicional

Peso 208 g
Dimensões 140 × 210 × 10 mm
Tipo do Livro:

E-book, Livro Físico

Autor(es):

Organizador(es):

Descrição

Ao ler o memorial de Inês fui levada a pensar como somos parte de um processo tão pouco compartilhado. Por que não falamos muito sobre certos temas com as novas gerações? Por que não relatamos os desafios vividos no passado de modo a alargar a compreensão e obstáculos que se afiguram nos dias atuais?  Por que nossas incertezas, erros, dúvidas e algumas conquistas não estão presentes em nossas conversas? Por que o silêncio?

Ela não silenciou. Escava em suas memórias os aspectos aparentemente banais, mas marcantes desses dilemas. Mas o faz de um modo muito especial, transformando sua narrativa em um “tempo da delicadeza”.

Convido leitoras e leitores a se debruçarem sobre o texto. Inês faz da escrita o tempo da delicadeza, como um tempo a ser perseguido, porque nos constitui, também, como seres em movimento, sempre incompletos.  Virtude rara nestes momentos turbulentos e ásperos que hoje vivemos.

 

Marília Pontes Sposito