Vitimização e sentimento de insegurança: metodologias e pesquisas

A partir de R$31,00

Pesquisas de vitimização é um extraordinário instrumento para a compreensão dos fenômenos do medo, da violência e da criminalidade nos tempos atuais. Ao mesmo tempo é uma ferramenta imprescindível para formular e avaliar politicas de Segurança Pública. À medida que vai adquirindo relevância diante da opinião pública e de gestores de segurança publica, aumentam também os desafios metodológicos, objeto desta publicação.

Limpar

  • Editora: Brazil Publishing
  • Idioma: Português
  • Ano: 2019
  • Tamanho: 14x21 cm
  • Páginas: 190
  • ISBN: 978-65-5016-193-4
  • eISBN: 978-65-5016-194-1
  • DOI: 10.31012/978-65-5016-194-1

Autor(es):

Organizador(es):

Descrição

Pesquisas de vitimização e sentimento de insegurança têm adquirido cada vez mais relevância no campo da Segurança Pública. Entre seus atributos estão capacidade de responder ao problema clássico das subnotificações de eventos criminais, ao mesmo tempo em que possibilitam analisar tendências criminais, percepção sobre as polícias e avaliar a sensação de insegurança, tornando-se, portanto, um  instrumento eficaz na avaliação de políticas de Segurança Pública.

Ressaltamos que no Brasil pesquisas de vitimização ainda são um recurso em processo de reconhecimento, seja no âmbito da opinião pública, seja nas instituições afins à Segurança Pública. Vários são os desafios em torno dessas pesquisas. Primeiramente o seu reconhecimento como instrumento fundamental de politica de Segurança Pública. Esse reconhecimento, que passa pela opinião pública, serve enquanto forma de pressionar as autoridades gestoras de políticas públicas no sentido de encaminhar ações e dar respostas às questões que apontam os resultados dessas pesquisas. Em segundo lugar, a incorporação desse instrumento, confronta os paradigmas epistêmicos tradicionais, principalmente entre as instituições de Segurança Pública. Esta publicação originou-se dos trabalhos apresentados pelos palestrantes no Seminário Internacional Pesquisas de Vitimização e Sentimento de Insegurança organizado pelo NIPP/Núcleo Interdisciplinar em Políticas Públicas em maio de 2018 nas dependências da Universidade Federal de Santa Catarina. Os capítulos discorrem sobre experiências  de pesquisa sobre vitimização e homicídios nas cidades de Porto Alegre e Florianópolis (Marcos Rolim e Riccardo Valente), sobre politicas de segurança em universidades (Ariadne Natal, Erni J. Seibel, Irme S. Bonamigo, Luiz C. Chaves, Marcelo S. P. Serran) sobre pesquisa de vitimização em universidades (Felipe Mattos Monteiro, Gabriela Ribeiro Cardoso, Denis Sálvia Berté) e em escolas (Irme S. Bonamigo, Fabio C. Hartmann,  Vanessa C. Coelho, William P. Souza).